Looks & Estilo Moda

Body ou maiô: veja diferenças e similaridades entre as peças

Roupas guardam afinidades entre si, atendem a propósitos distintos, mas também passeiam livremente entre praias, piscinas e ruas

Clássicos, democráticos e versáteis. Maiôs e bodies são peças que guardam muitas similaridades entre si, especialmente por ultrapassar tendências, firmando-se como itens atemporais. Enquanto um atende a praias e piscinas, outro assume posição nas ruas, mas ambos se estabelecem como curingas, passeando por diversas ocasiões. 

Usados constantemente por celebridades como Luisa Sonza, Camila Queiroz, Iza, Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa, os maiôs e bodies embora sejam itens parecidos, reservam algumas distinções entre si. Mas afinal, qual a diferença entre elas? É possível inverter os papéis e usar maiô no dia a dia no lugar do body?

Maiô: versatilidade na moda praia

O maiô é considerado o primeiro traje de banho apropriado para as mulheres. Antes de a peça surgir no vestuário feminino, as mulheres cobriam todo o corpo com peças do dia a dia, feitas com tecidos mais grossos, a fim de evitar a transparência durante o banho de mar e de piscina. Foi apenas entre as décadas de 1920 e 1930 que o maiô se desenvolveu, trazendo mais liberdade para as mulheres.

Bruna Marquezine, Mariana Xavier e Luisa Sonza apostam em diferentes modelos de maiô na moda praia. (Fotos: Reprodução)

O maiô é uma peça confeccionada com lycra, indicada para o banho, por possuir um forro que evita que a peça se torne transparente ao ter contato com a água. Ao longo dos anos, a peça foi evoluindo e apresentando diferentes modelos, cortes, designs e cores. Hoje, é possível encontrar maiôs com bojo, amarrações, com um ombro só, com mangas, cintos e até brilhos.

Body: versatilidade no dia a dia 

O body é uma peça justa do vestuário feminino e que cobre todo o tronco até a virilha. Confeccionadas com diferentes tipos de tecido, como malha, renda, veludo, tule, por exemplo, as peças geralmente são usadas em composições com calças, saias e shorts, em ocasiões durante o dia e à noite. 

Iza, Marina Ruy Barbosa e Gabriela Pugliese usam bodies em diferentes tipos de tecido. (Fotos: Reprodução)

A peça foi apresentada pela primeira vez na década de 1950 pela estilista norte-americana Claire McCardell. Anos mais tarde, tornaria-se um item da moda tanto para homens quanto para mulheres. Por volta dos anos 1980, os bodies eram bastante populares e também conhecidos como collant, usados com frequência em academias de ginásticas. 

Diferenças entre maiô e body

As principais diferenças entre maiôs e bodies são o tecido e a usabilidade. Maiôs são indicados para banho, pelas propriedades de seus tecidos, e aguentam o contato com água, areia e sol. Já os bodies tendem a ser usados no dia a dia, mas compensam em versatilidade, devido às múltiplas características que podem ter.

No entanto, apesar de os maiôs serem itens de moda praia, há modelos tão sofisticados e de alta qualidade que muitas mulheres acabam por usar como um body, em combinações para o dia a dia.

De modo geral, o body apresenta ainda um fecho na parte inferior da peça, junto à virilha, podendo ser de botão, ganchos ou velcro, enquanto os maiôs não possuem essa abertura.

Como usar maiô como body?

O setor de moda praia tem apostado cada vez mais em maiôs elaborados que passeiam entre composições do dia a dia. A peça tem se tornado cada vez mais versátil e pode ajudar a criar combinações em diferentes estilos femininos.

Em conjuntos mais casuais, a peça pode ser acompanhada por calças ou shorts e um tênis para finalizar o look. Já para eventos mais formais, os maiôs vão bem com peças de alfaiataria e um blazer para finalizar a composição.

zabel Goulart, Camila Queiroz e Nati Vozza criam composições com maiô para o dia a dia (Fotos: Reprodução)

As peças também podem ser usadas em diferentes estações. Atualmente existem modelos de maiôs com e sem mangas, que possibilitam um leque de opções para looks em dias mais quentes e mais frios.

Os bodies também podem ser usados como maiôs, no entanto, é preciso se atentar ao tecido, pois alguns podem ficar transparentes em contato com a água. Além disso, a atenção deve ser redobrada quanto ao abotoamento na parte inferior da peça, para evitar qualquer tipo de constrangimento.

Sobre o autor

Criado em 2018, o Blog Julli Terra tem a missão de te deixar informado sobre tudo o que acontece no mundo da moda, além de trazer matérias incríveis sobre o universo feminino.

Deixe seu carinho nos comentários!

%d blogueiros gostam disto: