Beleza & Saúde Corpo

Da depilação a laiser à luz pulsada: Conheça os métodos

Especialista da Espaçolaser explica as diferenças entre as tecnologias disponíveis no mercado

Métodos de depilação de longo prazo, como a depilação a laser e a luz pulsada, conquistam cada vez mais adeptos, graças à sua praticidade e benefícios para a pele.

Conheça os métodos de depilação | Foto: Reprodução

São muitas opções disponíveis hoje no mercado e, como cada pessoa tem suas particularidades – com sensibilidade à dor, tipo de pelo, expectativa do procedimento depilatório e fototipo da pele, por exemplo – vale sempre se informar sobre quais os diferenciais de cada método, para fazer a melhor escolha para si.  

“A escolha do método tem que ser baseada, em primeiro lugar, no fototipo de pele da pessoa – isto é, se o fototipo é mais alto (peles mais pigmentadas) ou mais baixos (peles menos pigmentadas). Existem diferentes tipos de lasers para depilação e  eles devem ser indicados com cuidado, porque por exemplo, o laser Alexandrite, é indicado para peles brancas a morenas escura com algumas ressalvas (Fototipo I a IV e V com ressalvas), já o ND:Yag, para peles negras (Fototipo V e VI)”, explica Carol Cury, fisioterapeuta dermatofuncional e Diretora Técnica da Espaçolaser, fala um pouco sobre a escolha do método ideal. 

Se você pensa em começar um procedimento de depilação, é necessário que considere alguns pontos para fazer a escolha mais assertiva, tendo em vista qual será o mais eficaz. Conheça os métodos mais utilizados abaixo: 

Alexandrite

Possui uma penetração mais superficial da onda que outros lasers de depilação, sendo indicado para uma maior gama de tipos de pelos, dos mais escuros até os ligeiramente mais claros (não elimina pelos loiros, brancos e ruivos) e dos mais espessos aos ligeiramente mais finos, sendo favoráveis a algumas regiões específicas do corpo, como o rosto, por exemplo.

O laser emite ondas de 755nm, promovendo a cauterização do folículo pilosoo, sem machucar a pele que está em volta, devido a ação seletiva do laser, fenômeno denominado de fototermolise seletiva. Um fator interessante deste laser é que ele age pela melanina, através do contraste entre o de pelo e a pele, indicado para fototipos de I a IV e V com ressalva.  

ND:Yag

Possui um maior comprimento na onda, o que permite uma penetração mais profunda na pele. Outra diferença é que essa tecnologia possui menor atração pela melanina, sendo indicada para o tratamento de remoção de pelos em fototipos mais altos, principalmente para peles negras com maior segurança e eficiência.   

Diodo

Que possui onda de 810 nm e é indicada principalmente para pelos escuros e mais grossos para todos os tipos de peles, porém para peles de fototipos mais altos, são necessárias mais sessões.  

Ruby

Esse método possui um comprimento de onda de 694nm, sendo que pela alta absorção que apresentam pela melanina, são eficientes para a destruição de pelos finos e pouco pigmentados. Entretanto, não devem ser utilizados em pacientes de pele mais escura, pelo alto risco de queimaduras. O laser rubi está indicado para pelos escuros em pacientes de pele clara, fototipos I, II e III.  

Luz pulsada

Esse método emite feixes de luz de diferentes comprimentos de onda que acabam atingindo outras estruturas da pele sem focar somente nos pelos. Ou seja, como a luz pulsada emite o feixe de luz de forma difusa, isso pode produzir resultados menos satisfatórios para quem deseja eliminar os pelos indesejados. Com o interrompimento do tratamento, os pelos voltam a nascer.

“A depilação a laser é um procedimento muito procurado hoje em dia – não só por sua eficácia e segurança, mas por ser um método mais sustentável do que a cera ou a lâmina de barbear, que geram muitos resíduos.

Por isso, estamos sempre em busca de tecnologias mais inovadoras e eficazes, pensando, também, em garantir que todos os consumidores possam ser atendidos adequadamente.  Lembrando que todos os tipos de laser são seguros, desde que a escolha do método adequado seja feita junto a um profissional qualificado. Esse é um fator fundamental para evitar possíveis queimaduras, garantindo os melhores resultados possíveis”, finaliza Cury. 

 Foto Capa: Reprodução

Sobre o autor

Criado em 2018, o Blog Julli Terra tem a missão de te deixar informado sobre tudo o que acontece no mundo da moda, além de trazer matérias incríveis sobre o universo feminino.

Deixe seu carinho nos comentários!

%d blogueiros gostam disto: